Menu

Clinica Veterinária

Início Notícias Especialidades Ecologia Fauna silvestre recebida pelo Cetras/IEF de Patos de Minas, MG, em 2020
Ecologia

Fauna silvestre recebida pelo Cetras/IEF de Patos de Minas, MG, em 2020

Créditos: Guido Akster Créditos: Guido Akster

Wild fauna received by Cetras/IEF Patos de Minas, MG, Brazil, in 2020

Fauna silvestre recibida por CetrasS/IEF de Patos de Minas, MG, Brazil en 2020

 

Clínica Veterinária, Ano XXVIII, n. 163, p. 46-60, 2023 DOI: 10.46958/rcv.2023.XXVIII.n.163.p.46-60

Resumo: Foi realizada análise da documentação de animais silvestres recebidos pelo Cetras/IEF de Patos de Minas, MG, durante o ano de 2020, obtendo-se dados da origem dos animais, dos índices de soltura e óbito, da permanência em cativeiro e de condições clínicas na época do recebimento. No período foram recebidos 1.306 animais, sendo 86,9% de aves. A forma de recebimento mais comum foi apreensão por autoridade competente (36,1%), seguida de entrega voluntária (33,2%) e recolhimento em zona urbana/rural (30,8%). Do total, 44,3% dos animais foram reintroduzidos, 39% vieram a óbito, 10% permaneceram no Cetras até o fim do período analisado e 6,7% foram destinados a outras instituições. Animais feridos e filhotes apresentaram taxa de mortalidade de aproximadamente 50%. Observa-se que a entrega voluntária tem crescido, praticamente equiparando-se às apreensões. A taxa de reintrodução é considerada satisfatória em relação à de instituições semelhantes.

Unitermos: conservação de recursos naturais, Cerrado, animais silvestres, Centros de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres

Abstract: An analysis of the documentation of wild animals received by Cetras/IEF from Patos de Minas, MG, Brazil, during the year 2020 was carried out, obtaining data on the origin of animals, release and death rates, permanence in captivity and data on clinical conditions at the arrival. During the period, 1,306 animals were received, 86.9% of which were birds. The most common form of admission was apprehension by competent authority (36.1%), followed by voluntary delivery (33.2%) and collection in urban/rural areas (30.8%). Of the total, 44.3% animals were reintroduced, 39% died, 10% remained at Cetras until the end of the period and 6.7% were destined to other institutions. Injured animals and offspring had a mortality rate of approximately 50%. It is observed that the voluntary delivery has increased and almost equaled the apprehensions. The reintroduction rate is considered satisfactory in relation to similar institutions.

Keywords: conservation of natural resources, savanna, wild animals, Wild Animals Triage and Rehabilitacion Center

Resumen: Se realizó un análisis de la documentación de animales silvestres recibidos por el Cetras/IEF de Patos de Minas, MG, Brasil, durante el año 2020, obteniendo datos sobre el origen de los animales, tasas de liberación y muerte, permanencia en cautiverio y datos sobre condiciones clínicas al ingreso. Durante ese período se recibieron 1.306 animales, de los cuales el 86,9% eran aves. La forma de ingreso más común fue aprehensión por autoridad competente (36,1%), seguida de entrega voluntaria (33,2%) y recogida en zona urbana/rural (30,8%). Del total, 44,3% animales fueron reintroducidos, 39% murieron, 10% permanecieron en el Cetras hasta el final del período analizado y 6,7% fueron destinados a otras instituciones. Los animales heridos y jóvenes presentaron tasa de mortalidad de aproximadamente 50%. Se observa que la entrega voluntaria ha crecido y es casi equivalente a las aprehensiones. La tasa de reintroducción se considera satisfactoria comparada a instituciones semejantes.

Palabras clave: conservación de los recursos naturales, cerrado, animales silvestres, Centros de Triaje y Reabilitación de Animales Salvajens

Introdução


Conteúdo exclusivo para assinantes

Seja um dos milhares de leitores que se beneficiam dos conteúdos da Clínica Veterinária

Acompanhamos sua jornada de autoconhecimento e evolução

Assine agora e junte-se à nossa comunidade

Mais assinado

Digital

R$115,00

Ou escolha o seu plano

Assinatura digital, diretamente do nosso acervo com todas as edições publicadas, desde o nº 1.

Assinatura digital, diretamente do nosso acervo com todas as edições publicadas, desde o nº 1.

Assinatura digital, diretamente do nosso acervo com todas as edições publicadas, desde o nº 1.

Assinar

Atualização científica e divulgação de informações para o médico-veterinário de pequenos animais

  • Principal publicação científica de educação continuada do setor no país.
  • Há 29 anos, o veículo de referência para o médico-veterinário de pequenos animais.
  • Indexada no Zoological Records CAB Abstracts, Latindex e Web of Science.
  • Periodicidade bimestral, publicada na versão  digital.
  • Cobre as diversas especialidades da clínica veterinária de pequenos animais como dermatologia, cardiologia, neurologia, nefrologia, reprodução, endocrinologia, oftalmologia, incluindo também bem-estar animal, saúde pública, zoonoses, medicina veterinária de desastres medicina veterinária do coletivo, ecologia, animais silvestres, entre outras.
  • Opção de assinatura digital. O leitor tem acesso ao conteúdo digital completo dos 28 anos de publicação.
  • A cada nova edição bimestral, conteúdos importantes e atualizações para seu dia-a-dia profissional.

 

Estudantes de Medicina Veterinária: Atenção!!!!

Estudantes de medicina veterinária possuem CUPOM de 30% de desconto. Antes de concluir a compra, favor enviar um comprovante estudantil (carteirinha, um boleto atual ou uma certidão, válido para estudantes de graduação, pós-graduação, doutorado ou mestrado do curso de medicina veterinária) para o seguinte e-mail:  [email protected]    ou Whatsapp:  (11) 98250-0016

Após o envio e confirmação, você receberá o cupom para finalizar sua compra.

Revista Clínica Veterinária.

Já é assinante? Clique e entre na sua conta!