Uma saúde, uma medicina, um bem-estar

Uma saúde, uma medicina, um bem-estar

“Para o bem-estar único é necessário reconhecer o elo entre o bem-estar dos animais e o nosso próprio”

Clínica Veterinária, Ano XVII, n. 100, setembro/outubro, 2012 29

Quando saímos de casa logo cedo para o trabalho e no caminho vemos um cão abandonado, um gato atropelado ou um cavalo sendo maltratado, isso acaba com o nosso dia, não concorda? O bem-estar desses cães, gatos, cavalos, aves e outros tantos animais parece interferir diretamente em nosso próprio bem-estar, ou seja, o bem-estar do animal e o bem-estar do ser humano parecem estar intrinsecamente ligados, de modo que o bem estar de nossa espécie de pende necessariamente do da outra.

Não apenas parece, mas definitivamente está. Dentre as diversas e brilhantes apresentações do congresso deste ano da WSAVA (World Small Animal Veterinary Association), em Birmingham, Reino Unido, a do dr. Daniel S. Mills, especialista em medicina veteri – ná ria do comportamento e membro do Grupo Europeu de Comportamento, Cognição e Bem-Estar, destacou-se pela vanguarda na abordagem de tema tão importante e ainda tão controverso.

Em sua explanação, o dr. Mills mostra que a iniciativa de Uma Saúde (ou Saúde Única) é um esforço colaborativo e multidisciplinar, “trabalhando local, nacional e globalmente para obter a melhor saúde para as pessoas, os animais e o ambiente”. Aliado de perto do desenvolvimento de Uma Saúde (Saúde Única), o conceito de Uma Medicina (ou Medicina Única) tem proposto a unificação das profissões médica e veterinária para estabelecer uma abordagem colaborativa para “cuidado clínico, vigilância e controle de doenças ‘trans-espécies’, educação e pesquisa dentro da patogênese, do diagnóstico, da terapia e da vacinação contra doenças”.

Historicamente, a iniciativa tem focado em animais de produção e saúde física, mas, por meio da WSAVA, sua relevância vem sendo crescentemente reconhecida em pequenos animais e saúde psicológica. Atualmente, tem sido proposto que o conceito de Uma Saúde deva ir adiante e projetar-se além da saúde física, abraçando a proposta de Um Bem-Estar (ou Bem-Estar Único).

Esse conceito reconhece que muitos aspectos do bem-estar psicológico do ser humano estão intrinsecamente ligadas aos dos animais. Um exemplo é o uso de animais em atividades de lazer e a extensa apreciação do seu valor dentro da sociedade (em vez de “para a sociedade”). Não apenas há claramente a necessidade de uma abordagem interdisciplinar para maximizar os benefícios dos animais dentro da sociedade em uma forma ética que provoque o menor impacto para os animais, mas também a necessidade potencial de desenvolver novos paradigmas para investigação científica.

A sociedade atual é um fenômeno inevitável de múltiplas espécies, explica o dr. Mills. Os seres humanos estão diariamente envolvidos em uma série de relações com outras espécies animais, quer seja em fazendas, pesquisa, serviço e companhia, que afetam o bem-estar de cada uma dessas espécies envolvidas. Os animais de companhia possuem um papel particularmente importante nos lares da sociedade industrializada moderna. Os animais de companhia deveriam ser entendidos por tanto não como um luxo econômico, mas como uma parte inerente de nossa sociedade que contribui positivamente para a economia, envolvendo dispêndio e gerando renda, ambos não reconhecidos ou pelo menos frequentemente subestimados.

Vários são os benefícios financeiros e econômicos à sociedade atual gerados pela existência dos animais de companhia, incluindo pet shops e adestramentos gerais ou específicos. Nesse cenário, são muitos os ganhos diretos e indiretos associados à manutenção de animais de companhia para a saúde física, social e mental dos seres humanos. Esses benefícios incluem a redução do risco de doença cardiovascular e obesidade, a melhoria das taxas de convalescência e do convívio social.

Os cães de companhia pro porcionam um foco para capital social dentro das comunidades, auxiliando o contato de pessoas entre si e enriquecendo portanto o espírito comunitário, que possui um enorme mas subestimado valor econômico. Além disso, outros tipos de cães de serviço podem auxiliar a proteger a sociedade de modo mais abrangente, tais como cães de guarda, cães militares e farejadores, que podem economizar milhões para a economia.

O balanço entre a criação do gasto e do ganho, associados com as espécies animais de companhia, reflete a importância de reconhecer o elo entre o bem-estar dos animais e o nosso próprio, tanto individual como coletivamente. O Bem-Estar Único é o mecanismo para suprirmos esse reconhecimento, que deverá estimular um importante impulso para a pesquisa multidisciplinar nessa área.

Enquanto alguns dos benefícios dos animais de companhia na sociedade podem ser mensurados utilizando-se metodologias de coleta de dados tradicionais, em outras instân ciasas intervenções não podem ser facilmente monitoradas, e os efeitos são frequentemente tão heterogêneos que o estilo tradicional de estudo é incapaz de revelar os benefícios tangíveis dos animais de companhia.

Há por tanto a necessidade do desenvolvimento potencial do concei to de Bem-Estar Único, incluindo seu valor multidisciplinar e seus novos paradigmas de exploração. Em conclusão, o dr. Mills acredita que o conceito de Um Bem-Estar ou Bem-Estar Único oferece desafios científicos, sociais e políticos para a profissão, envolvendo o repensar das perspectivas tradicionais sobre a sociedade e da posição dos animais e médicos veterinários dentro dela.

 

Bibliografia sugerida
Mills, Daniel S. One Health – One Welfare: psychological and physical wellbeing. In proceedings from the World Small Animal Veterinary Association Meeting; April 11th-15th, Birmingham, UK, p. 237-238, 2012.

 

Autores:

Prof. dr. Antônio Felipe Wouk
DVM, MSc, PhD. Universidade Federal do
Paraná, Curitiba, Brasil. Secretário Geral do
Conselho Federal de Medicina Veterinária, Brasília, Brasil
felipewouk.sg@cfmv.gov.br

Prof. dr. Alexander Welker Biondo
DVM, MSc, PhD. Universidade Federal do
Paraná, Curitiba, Brasil. Professor Visitante da
University of Illinois e Purdue University
abiondo@illinois.edu

 

Natan Chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor aguarde...

Inscreva-se na nossa Newsletter!

Você gostaria de manter-se atualizado com os eventos veterinários nacionais e internacionais mais importantes? Digite o seu endereço de e-mail e nome abaixo e receba updates que deveriam estar no calendário de qualquer veterinário!
0

Your Cart