Clínica Veterinária n. 143

R$ 40,00

CIRURGIA: Hipospadia e onfalocele em neonato da raça buldogue francês – relato de caso
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Fenômeno de vácuo detectado na tomografia computadorizada e sua associação com a doença do disco intervertebral em cães

ASSINANTE DO ACERVO DIGITAL? CLIQUE E ACESSE

Descrição

 

Artigos científicos presentes na Clínica Veterinária n. 143, novembro/dezembro, ano XXIV:

 

CIRURGIA: Hipospadia e onfalocele em neonato da raça buldogue francês – relato de caso

Autores: Sérgio Diego P. Costa; Durval Baraúna Junior, Jamilly N. Ramos Costa, Cássia R. Oliveira Santos, Pâmela R. Pinheiro Moreira, Angélica L. da Silva

Resumo: Dentre as más-formações congênitas em neonatos, a hipospadia e a onfalocele são relatadas em filhotes de cães de algumas raças como pinscher, buldogue inglês, buldogue francês, basenji e dálmata. Essas afecções caracterizam-se respectivamente por um defeito na fusão do prepúcio, acompanhado de falha no fechamento do sulco uretral ventral e por um defeito na região umbilical que pode levar à evisceração de órgãos abdominais.  A literatura relata o caráter hereditário dessas afecções em algumas raças de cães; contudo, sua etiologia ainda é pouco esclarecida, sendo atribuída a causas multifatoriais. Este artigo relata um caso de onfalocele e hipospadia em um neonato da raça buldogue francês que passou por eutanásia.

Unitermos: cadela, gestação, filhote, má-formação congênita, acetato de megestrol


DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Fenômeno de vácuo detectado na tomografia computadorizada e sua associação com a doença do disco intervertebral em cães

Autores: Juliana F. S. Conceição; Ana C. B. de C. F. Pinto, Luísa Fonseca Oliveira, Igor de Almeida Santos, Mariana Ramos Queiroz, João Luís Revolta Callefe

Resumo: O termo fenômeno de vácuo (FV) remete à presença de gás em regiões de articulação ou coluna vertebral, que pode estar associado a doenças progressivas e crônicas, como as doenças do disco intervertebral (DDIV). O presente estudo investigou a relação entre o FV e o diagnóstico de DDIV estabelecido em cães submetidos a tomografia computadorizada (TC) da coluna vertebral e também sua relação com as manifestações clínicas por meio da análise de 55 imagens de TC no período de janeiro de 2016 a julho de 2018 do Serviço de Diagnóstico por Imagem de um hospital veterinário. Foram observados sete animais com FV (12,7%), apresentando como manifestações clínicas: 3 animais com dor e paresia, 1 com dor e plegia e 3 deles com apenas plegia, sendo que apenas em um desses cães não foi confirmada a DDIV. Ainda são necessários novos estudos com maior número amostral para confirmar a relevância desse fenômeno.

Unitermos: cães, diagnóstico por imagem, coluna vertebral, DDIV


Artigos de opinião

Medicina veterinária de desastres
• Como a atuação de médicos-veterinários em desastres pode auxiliar na transformação de um município

Medicina veterinária do coletivo
• Animais de estimação da fauna silvestre
• Saguis: quando são fauna nativa ou espécie exótica invasora?
• Importância do médico-veterinário na assessoria política

Bem-estar animal
• Considerações sobre o comércio de cães e a venda online na região metropolitana de Curitiba, PR

Eventos
• ANIMAL HEALTH, um enfoque inovador para megaeventos do setor veterinário
• O 2º Congresso Brasileiro de Dermatologia Veterinária comprova o avanço da especialidade

Notícias
• 3ª Conferência Internacional de Manejo Humanitário de Populações Caninas
• Prêmio Cidade Amiga dos Animais da Proteção Animal Mundial
• O 6º Prêmio de Perquisa PremieRpet® está com inscrições abertas
• 4º Encontro Vetnil de Residentes em Medicina Veterinária – apoio e estímulo à carreira profissional
• 3ª edição do Fórum Internacional Royal Canin® abordou obesidade de cães e gatos
• Simpósio sobre dilemas

Gestão
• Riqueza no coração traz properidade

Lançamento
• Vetoquinol lança Sonotix, produto que limpa, hidrata e reequilibra as orelhas dos pets

Parceiro do mês
• Novidade: Clínica Veterinária elege seu parceiro do mês

Agenda
• Cursos, palestras, semanas acadêmicas, workshops, congressos, nacionais e internacionais

Informação adicional

Peso 300 g
Dimensões 28 × 21 × 0.5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Clínica Veterinária n. 143”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Natal na Clínica Veterinária: na compra de qualquer livro de veterinária ganhe 1 ano de assinatura digital da revista Clínica Veterinária! Somente até 31\12. Dispensar

0

Your Cart