Notícias

XVII Congresso Brasileiro de Oftalmologia Veterinária

156


O Colégio Brasileiro de Oftalmologistas Veterinários (CBOV - www.cbov.org.br) realizou o XVII Congresso Brasileiro de Oftalmologia Veterinária, em Foz do Iguaçu, PR, de forma presencial. O evento ocorreu nos dias 17 a 19 de novembro de 2021, no Bourbon Cataratas do Iguaçu Resort, e contou com a presença de 250 congressistas e vinte empresas parceiras, trazendo muita informação técnica, mas também muito entusiasmo e alegria por reunir novamente os profissionais e amigos dentro de nossa especialidade. Tivemos palestrantes nacionais e internacionais renomados, com temas que versaram desde a evolução da visão, a superfície ocular, a genética e a terapia do glaucoma, as terapias gênicas para o cão cego, a ceratite herpética felina e cirurgias de retina até a microscopia confocal, ministrada pelo dr. Eric Ledbetter, da Cornell University College of Veterinary Medicine - CUCVM (Figura 1), entre outros. De forma inédita, no evento ocorreu o I Consenso sobre o Uso da Antibioticoterapia nas Úlceras Corneanas de Cães, com participação efetiva dos membros do CBOV (Figura 2).


O tema "O especialista em oftalmologia veterinária" foi abordado na abertura do congresso, elucidando à plateia os requisitos para a obtenção desse título, à luz da Resolução no 935 do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV -
http://ts.cfmv.gov.br/manual/arquivos/resolucao/935.pdf) e do Estatuto do CBOV. A Resolução no 1.245 de 11/12/2018 do CFMV habilitou o CBOV para a concessão do título de Especialista em Oftalmologia Veterinária (https://www.cbov.org.br/reso1245_2018.pdf). Desde então, somamos 28 profissionais que receberam o título do CBOV, muitos dos quais já homologados pelo CFMV. Esse foi um dos maiores avanços obtidos por esta diretoria (2017-2021). Conseguimos colocar a oftalmologia veterinária em um patamar que vislumbra os passos do American College of Veterinary Ophthalmologists (ACVO).


Durante os dias 15 e 16/11/2021, no pré-congresso, foi realizada a prova de conhecimentos teórico-práticos referente ao edital no 1/2021 para obtenção do título de especialista, requisito considerado essencial pelo CFMV, aplicada por especialistas em oftalmologia veterinária pelo CBOV. Esse foi o segundo edital de chamamento para a obtenção do título de especialista. O primeiro foi concluído em dezembro de 2020, pioneiramente de forma remota e com autorização do CFMV. No primeiro edital, como não tínhamos ainda especialistas na área no Brasil, o CBOV contratou uma banca constituída por profissionais diplomados pelo ACVO e pelo Colégio Latino-americano de Oftalmólogos Veterinários (Clove), formando assim o marco zero na nossa área. Todos os membros do CBOV foram convidados a realizar essa prova, inclusive a diretoria. Certamente foi um grande diferencial que muito nos orgulha e que, esperamos, siga o mesmo rigor nos demais colégios e associações, para atender às exigências do CFMV.


Durante a assembleia ordinária do CBOV ocorrida durante o congresso instituiu-se 30 de agosto o Dia do Oftalmologista Veterinário, como uma forma de difundir e valorizar a especialidade. Também se aprovou o Edital para Avaliação dos Cursos de Especialização em Oftalmologia Veterinária, outra premissa do CBOV. Segundo o edital, os cursos que desejarem ter o reconhecimento do CBOV deverão se inscrever para receber in loco a comissão avaliadora. Esses cursos terão no futuro maior pontuação na tabela de requisitos para a obtenção de título de especialista, estimulando a excelência na educação continuada em oftalmologia veterinária.


Dessa forma, essa diretoria, composta por mim como presidente e pelos drs. Fábio L. C. Brito (vice-presidente), Ana Letícia G. Souza (secretária) e Alexandre Lima de Andrade (tesoureiro), encerra as suas duas gestões (2017-2019; 2019-2021) tendo cumprido seu maior propósito, o de colocar a oftalmologia veterinária no patamar de reconhecimento internacional e com a titulação de especialistas em oftalmologia veterinária. O reconhecimento dos profissionais que conquistaram esse título é nosso maior legado à sociedade e aos animais, sejam eles de estimação, produção ou de criatórios. O Brasil tem centros de ensino de excelência na área que se complementam, desde a graduação aos cursos de pós-graduação stricto e lato sensu, envolvendo a clínica privada, a pesquisa e a educação continuada. Consolidou-se uma especialidade, com esforço coletivo, trabalho árduo, comprometimento e a união de todo um grupo. Agora inicia-se um novo capítulo, a sua perpetuação. Desejamos muito sucesso à diretoria eleita (gestão 2021-2023), composta pelos drs. Fábio L. C. Brito (presidente), Angélica M. V. Safatle (vice-presidente), Daniela Cremonini (secretária) e Ana Carolina V. Rodarte de Almeida (tesoureira) (Figura 3).


Brindemos à oftalmologia veterinária brasileira!

 

 

Figura 1 - Dr. Eric Ledbetter, da Cornell University College of Veterinary Medicine (CUCVM)

 

Figura 2 - I Consenso sobre o Uso da Antibioticoterapia nas Úlceras Corneanas de Cães

 

Figura 3 - Diretoria do CBOV (2019-2021) e diretoria eleita (2021-2023). Da esquerda para a direita: Fábio Brito, Paula Galera, Daniela Cremonini, Ana Letícia Groszewicz de Souza, Ana Carolina Rodarte de Almeida, Angélica Safatle e Alexandre Lima de Andrade

 

 

Paula Diniz Galera

MV, CRMV-DF: 1.172, MSc, PhD, DCBOV, DCLOVE

https://www.cbov.org.br/





Notícia publicada na revista Clínica Veterinária, Ano XXVII, n. 156, janeiro/fevereiro, 2022



Tenha acesso ao conteúdo completo da edição!


Acesse ou assine a revista

Clínica Veterinária

https://revclivetsite.azurewebsites.net/Account/Logon