Notícias

Ourofino Saúde Animal adquire plataforma tecnológica de terapias por células-tronco para animais de companhia

Empresa aposta no pioneirismo conquistado com a compra da Regenera, a primeira startup a obter o registro no MAPA para comercialização dessa terapia inovadora


A Ourofino Saúde Animal anunciou a aquisição da startup de biotecnologia Regenera sediada em Campinas, SP, que atua no segmento de animais de companhia e equinos. Detentora de patente no Brasil, Austrália e Estados Unidos, a empresa adquirida desenvolveu terapia com células-tronco para o tratamento de doenças importantes como a osteoartrite. É a primeira do Brasil a obter o registro do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) para vender o produto.



O tratamento com células-tronco passou a ser regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) em outubro do ano passado. Ele representa um marco em terapias inovadoras proporcionando maior qualidade de vida do animal. Em conexão com a tendência mundial de humanização dos animais de companhia, o Brasil saiu na frente com essa regulamentação.



Com a aquisição da Regenera, a Ourofino Saúde Animal amplia seu acesso ao mercado de biotecnologia em linha com o seu planejamento estratégico no qual um dos pilares para o crescimento nos anos futuros é a aquisição de outras empresas detentoras de soluções complementares ao seu portfólio atual, além do aprofundamento em produtos biotecnológicos.



A startup foi fundada em 2012. Desde então desenvolveu o Canistem, produto inovador à base de células-tronco para o tratamento de osteoartrites para sequelas neurológicas da cinomose e para ceratoconjuntivite seca em cães. Para os equinos o Equistem trata lesões de tendões e ligamentos doenças osteoartirculares e fraturas ósseas.



A tecnologia que a Ourofino disponibilizará em todo o Brasil é desenvolvida com células-tronco mesenquimais e promove maior qualidade de vida e bem-estar em animais acometidos por essas enfermidades. A tecnologia também é uma plataforma que permite à empresa ampliar a indicação para outros animais e outras doenças no futuro.



Kleber Gomes, CEO da Ourofino Saúde Animal, explica que a terapia com células-tronco é uma opção inovadora para médicos-veterinários e tutores. "O Brasil saiu na frente de muitos países ao regulamentar a terapia por células troncos e nós estamos muito felizes com a aquisição da Regenera pelo nosso pioneirismo e por gerar ainda mais valor aos clientes com uma plataforma biotecnológica que proporciona qualidade, bem-estar e longevidade de vida aos animais. Nosso time conduziu pesquisas à campo e os resultados são excelentes. É um mercado novo com potencial significativo e seremos protagonistas" afirma.




Vale ressaltar que na pandemia o Brasil passou o Reino Unido no ranking mundial de população de animais de companhia, e agora detém o segundo lugar atrás apenas dos Estados Unidos (dados da Euromonitor International).



A Regenera tinha como investidores Claudio Luiz Lottenberg, presidente do conselho da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein; Henrique Loyola, ex-sócio da XP; Dirceu Barbano, que foi presidente da Anvisa; e o executivo da área farmacêutica, Nelson Libbos.



Com a aquisição da Regenera, a Ourofino explorará todo o potencial da tecnologia no segmento veterinário, enquanto os antigos acionistas seguirão desenvolvendo a tecnologia para exploração de terapias em seres humanos por meio de licenciamento não oneroso.

 


https://www.ourofinopet.com/area-do-profissional/noticias/ourofino-saude-animal-terapias-por-celulas-tronco/