Notícia

O resgate de animais de companhia em cenários de guerra

Desafios para a medicina veterinária de desastres


A medicina veterinária de desastres (MVD) objetiva intervir em situações em que há grande número de vítimas, e em que se exaurem os recursos de infraestrutura locais, regionais ou nacionais.


Situações de guerra têm consequências devastadoras para muitas espécies de animais, particularmente os de criação e de companhia, altamente dependentes de cuidados humanos.


O artigo cita a atuação cada vez maior da MVD no Brasil em desastres ambientais (Brumadinho, Mariana, queimadas, chuvas na Bahia, deslizamentos na região serrana do Rio de Janeiro) e seu papel em conflitos armados entre países.


Com a invasão da Ucrânia, centenas de milhares fugiram para países fronteiriços e muitos levaram seus animais de companhia, mas milhares de animais estão em abrigos ou abandonados.


É essencial o papel dos médicos-veterinários no resgate dos animais, com seu conhecimento de cada espécie, das técnicas de contenção, sedação e recuperação, para um resgate feito de forma ética e segura.


Veja os detalhes da matéria publicada na edição 158 da revista Clínica Veterinária.


Acompanhe todas as matérias da edição!


Acesse ou assine a revista Clínica Veterinária

https://revclivetsite.azurewebsites.net/Account/Logon