Ambiente Hospital

Instalação de unidades de diagnóstico por imagem no ambiente veterinário

Ambientes para ultrassonografia, ecocardiografia, endoscopia e eletrocardiograma


A edição 157 de Clínica Veterinária traz mais um artigo de Renato Couto Moraes sobre as questões envolvidas na instalação de unidades ou centros de diagnóstico por imagem dentro do ambiente hospitalar veterinário, especificamente aquelas designadas para a realização de ultrassonografia, ecocardiografia, endoscopia e eletrocardiograma.


A escolha dos equipamentos e a configuração dos ambientes para abrigá-los é motivo de atenção e cuidado para um atendimento de qualidade. Ter uma estrutura física apropriada a cada equipamento especializado é garantia de segurança da sua operação e de credibilidade e confiança pelo tutor e pelos médicos-veterinários solicitantes.


O artigo aborda aspectos como a localização ideal, os requisitos mínimos, a ergonomia, o equipamento, a conveniência de uma sala de laudos, a atenção à rede elétrica estabilizada, tipo de iluminação, ar-condicionado, uso de exaustor para renovação do ar dentro de cada sala e tela milimétrica nas janelas.


Diversas imagens ilustram as opções de salas de diagnóstico por imagem permitindo uma ampla compreensão dos conteúdos apresentados e discutidos.


Em resumo, as unidades ou centros de diagnóstico por imagem, quando tecnicamente projetados, trazem diferenciais marcantes para a confiabilidade dos resultados, além de praticidade operacional aos médicos-veterinários e técnicos.


Leia o artigo publicado na revista Clínica Veterinária, Ano XXVII, n. 157, março/abril, 2022.


Tenha acesso ao conteúdo completo da edição!


Acesse ou assine a revista Clínica Veterinária

https://revclivetsite.azurewebsites.net/Account/Logon