Ocorrência de infecção endoparasitária em cães urbanos de diferentes sistemas de manejo na região central do Rio Grande do Sul, Brasil

Ocorrência de infecção endoparasitária em cães urbanos de diferentes sistemas de manejo na região central do Rio Grande do Sul, Brasil

Resumo: Este estudo avaliou a ocorrência de parasitas gastrintestinais e a frequência de infecção parasitária de cães em diferentes sistemas de manejo na região central do Rio Grande do Sul, Brasil. O estudo utilizou 125 amostras fecais de cães provenientes de canis de abrigos, de canis comerciais e de canis militares. Dentre as amostras, 50,40% foram positivas para endoparasitas, com ocorrência de monoinfecção em 48,00% e multi-infecção em 2,40%, sendo o Ancylostoma spp. o parasita mais encontrado. De modo geral, os cães de canis de abrigos apresentaram maior taxa de infecção, seguidos dos de canis comerciais e militares. A frequência de tratamento antiparasitário diferiu nos três locais de criação. A ocorrência de espécies zoonóticas nos cães da região estudada indicou o risco de infecção de seres humanos por parasitas intestinais caninos, mesmo em áreas urbanas.

Unitermos: endoparasitas, epidemiologia, helmintos, protozoários

 

Abstract: This study evaluated the occurrence of gastrointestinal parasites and the frequency of parasitic infection in dogs of three different canine housing systems in the central region of Rio Grande do Sul, Brazil. A total of 125 fecal samples from dogs from shelters kennels, military kennels and commercial kennels was evaluated. Presence of endoparasites was observed in 50.4% of these samples, with mono infection occurring in 48% and multi-infection in 2.4%. Ancylostoma spp. was the most prevalent parasite. Dogs from shelter kennels had a higher rate of infection, followed by dogs at commercial and military kennels. The frequency of antiparasitic treatment was different at the three housing sites. The presence of parasitic species of zoonotic potential in dogs of the studied region suggests that even in urban areas there is a risk of infection of humans with canine intestinal parasites.

Keywords: endoparasites, epidemiology, helminths, protozoa

Resumen: Este estudio analizó la prevalencia de parásitos gastrointestinales y la frecuencia de infección de perros criados en diferentes sistemas en la región de Rio Grande do Sul, Brasil. Fueron utilizadas 125 muestras de materia fecal de perros provenientes de abrigos, de caniles comerciales y de caniles militares. El 50,4% fueron positivas para la presencia de parásitos, detectándose en estos animales monoinfecciones (48%) y multi-infecciones (2,4%). El Acylostoma spp. fue el parásito más encontrado. En general, los perros de abrigos presentaron mayor tasa de infección, seguidos por los animales de caniles comerciales y militares. La frecuencia de tratamiento antiparasitário fue diferente en los tres lugares estudiados. La presencia de especies de parásitos zoonóticos en la región estudiada indicó el riesgo de infección de seres humanos por estos parásitos caninos, aún en áreas urbanas.

Palabras clave: endoparásitos, epidemiología, helmintos, protozoarios

 

 

Natan Chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor aguarde...

Inscreva-se na nossa Newsletter!

Você gostaria de manter-se atualizado com os eventos veterinários nacionais e internacionais mais importantes? Digite o seu endereço de e-mail e nome abaixo e receba updates que deveriam estar no calendário de qualquer veterinário!
0

Your Cart