CRMV-GO pede abertura dos estabelecimentos de banho e tosa em Goiás

O CRMV-GO encaminhou ao governador Ronaldo Caiado um ofício solicitando a permissão para o funcionamento dos estabelecimentos que prestam o serviço de banho e tosa em Goiás, reforçando que é uma atividade vinculada ao profissional Médico Veterinário, assim como foi autorizado o funcionamento parcial dos salões de beleza e barbearias. No ofício, o CRMV-GO destaca que este serviço ultrapassa o caráter meramente estético como o salão de beleza e barbearia, pois garante a higiene dos animais de estimação que possui convívio íntimo com seus tutores.

Ressalta-se que a Resolução CFMV nº 878, de 15 de fevereiro de 2008 prevê no seu artigo 1º que “as pessoas jurídicas que prestam serviços de estética, banho e tosa, cuja atividade básica não exija o registro no Sistema CFMV/CRMVs, são obrigadas a fazer prova de que têm a seu serviço médico veterinário, registrando o contrato perante o CRMV da jurisdição de seu domicílio”.

De modo que, nos estabelecimentos que possuem o Médico Veterinário atuando como Responsável Técnico (RT) tem plena capacidade para retomar as atividades, pois o profissional também possui a função de orientar os funcionários para atender todas as exigências sanitárias.

Assim, o serviço de banho e tosa gera menor risco de propagação do coronavírus  que a realização de feiras livres ou abertura de barbearias, salões de beleza e celebrações religiosas, construção civil autorizadas pelo decreto Governo do Estado, de nº 9.653, de 19 de abril de 2020.

As atividades de banho e tosa poderiam ser liberadas mediante o agendamento de horários, a fim de evitar aglomerações de pessoas e garantir a saúde pública.

Veja o ofício na íntegra AQUI

Créditos: CRMV-GO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique tranquilo! Nosso serviço de entrega vai continuar, apesar do COVID-19. Dispensar

0

Your Cart