CBDV – Entrevista com Ana Claudia Balda

CBDV – Entrevista com Ana Claudia Balda

Avaliação da qualidade de vida de pacientes com dermatopatias crônicas

Na sua experiência, qual a dermatopatia crônica mais frequente em cães e em gatos?

Temos atendido muitos casos de dermatite atópica, apesar de os dados ainda apontarem a dermatite alérgica a ectoparasitas como a mais importante em termos de ocorrência. 

A dermatite trofoalérgica (ou hipersensibilidade alimentar) é a mais frequente em gatos.

Quais as alterações mais comuns que sofrem os pacientes com dermatopatias crônicas ?

A doença crônica mais frequente no atendimento é a dermatite atópica, que desencadeia muito desconforto por causa do prurido. A coceira é a queixa principal.

Qual o papel do proprietário desse tipo de paciente?

É muito importante que o proprietário entenda bem o que é a doença e que concorde com a proposta terapêutica. 

O enriquecimento ambiental pode influenciar esse tipo de paciente?

Provavelmente em quadros de ansiedade pode ajudar, mas ainda precisamos de mais estudos.

Qual a sua experiência com o uso de fármacos “tranquilizantes” em animais com dermatopatias crônicas?

Não costumamos prescrever essa classe de medicamentos; é mais comum controlarmos o prurido para que haja menos desconforto.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Natal na Clínica Veterinária: na compra de qualquer livro de veterinária ganhe 1 ano de assinatura digital da revista Clínica Veterinária! Somente até 31\12. Dispensar

0

Your Cart