Publicado em

Como comunicar más notícias aos tutores de animais de estimação

Entender e comunicar a morte dos animais de estimação e/ou situações críticas de pacientes terminais torna-se cada vez mais relevante para os médicos veterinários, uma vez que esses profissionais encontram-se mais suscetíveis ou expostos aos sentimentos trazidos pela morte, pois no cenário das instituições de saúde ela está cons­tantemente presente. Na prática, observamos como o des­preparo e a falta de capacitação no assunto resultarão em angústia, sofrimento e dor psíquica, existencial e mesmo espiritual na vida desses profissionais .

Na revista Clínica Veterinária, Ano XVII, n. 100, setembro/outubro, 2012, o artigo Tanatologia – A ciência da morte e do morrer e a medicina veterinária aborda a importância de estar preparado com esse tema (edição disponível no acervo digital).

O processo da descoberta e do tratamento de câncer em animais de companhia na visão da psico-oncologia é outro artigo publicado na revista Clínica Veterinária que tem relação com a questão que envolve o fim da vida do animal e de como lidar com essa situação.

Para quem deseja se aprofundar no tema, a  psicóloga Joelma Ruiz, especializada em luto, está promovendo um curso para ajudar os profissionais da área da saúde veterinária e humana a como comunicar uma má notícia apoiando o cliente no momento difícil. O curso “A evolução da relação homem x animal e como comunicar más notícias apoiando o seu cliente” acontece no dia 27/11/2016, no Auditório do Hospital Veterinário Santa Inês. O curso tem como objetivo abordar em sua complexidade a relação entre o homem e animal de estimação, visando aperfeiçoar a atuação do médico-veterinário e equipe, além de profissionais da área da saúde humana, a partir da melhor compreensão dos efeitos psicológicos da doença do animal aos tutores.
Para saber mais informações, como a programação completa, valores e sobre os palestrantes do curso, acesse o site: http://rumomarketing.com.br/vetpaz/

Instruções aos autores para envio de artigos científicos: clique aqui