Clínica Veterinária n. 118

R$ 30,00

CIRURGIA: Abordagem diagnóstica e terapêutica de pectus excavatum em gata – relato de caso
DERMATOLOGIA: Otite externa e dermatite facial associadas ao Demodex cati em gata – relato de caso
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Extrusão de disco intervertebral em mão-pelada (Procyon cancrivorus) – relato de caso
NEUROLOGIA: Síndrome de Wobbly em ouriços (Atelerix albiventris) – revisão de literatura e relato de caso
ONCOLOGIA: Osteossarcoma em gato jovem – relato de caso
ONCOLOGIA: Papiloma de plexo coróide em cão adulto – relato de caso

Descrição


Artigos científicos presentes na Clínica Veterinária n. 118, setembro/outubro/2015, ano XX:

CIRURGIA: Abordagem diagnóstica e terapêutica de pectus excavatum em gata – relato de caso

Autores: Fernanda Guimarães Miranda; Jaqueline de Oliveira Sena; Luiz Carlos Pereira; Sandro Coelho Azevedo; Maira Souza de Oliveira; Anelise Carvalho Nepomuceno; Cleuza Maria de Faria Rezende; Renato Cesar Sacchetto Torres

Resumo: Pectus excavatum (PE) é o termo utilizado para caracterizar uma deformidade esternal rara em pequenos animais, que resulta em estreitamento dorsoventral do tórax. A etiologia parece ser congênita, e o diagnóstico é clínico, com base em observação visual. Os sinais clínicos, quando presentes, consistem em alterações cardíacas e respiratórias. As radiografias torácicas são úteis para estabelecer o grau de deformidade esternal, por meio dos índices frontossagital e vertebral. O tratamento para o PE pode ser conservativo ou cirúrgico, de acordo com os sinais clínicos, o grau de deformidade e a evolução da doença. O objetivo do presente trabalho é relatar a ocorrência de PE em uma gata de dois meses de idade, com ênfase na abordagem diagnóstica e terapêutica. O tratamento executado foi a colocação cirúrgica de tala externa, que demonstrou resultado satisfatório.

Unitermos: pequenos animais, felino, diagnóstico por imagem, parede torácica


DERMATOLOGIA: Otite externa e dermatite facial associadas ao Demodex cati em gata – relato de caso

Autora: Jamile Haddad Neta

Resumo: A demodiciose felina é uma dermatopatia parasitária que acomete gatos numa frequência muito menor do que a observada em cães. São três as espécies identificadas em gatos: Demodex gatoi, Demodex cati e uma terceira espécie, reconhecida extraoficialmente como Demodex felis. Os sinais clínicos são amplamente variáveis, e parecem diferir de acordo com a espécie de ácaro envolvida. O diagnóstico requer a visualização e a identificação do ácaro em microscópio a partir de raspados de pele, e no caso do Demodex gatoi, o ácaro pode ser encontrado também nas fezes. O presente artigo tem como objetivo documentar um caso de demodiciose felina ocorrido na cidade de Foz do Iguaçu, PR. A morfologia do ácaro ao microscópio e os sinais clínicos apresentados pela paciente são compatíveis com a espécie Demodex cati. Apesar de sua raridade, é importante que essa doença seja incluída no diagnóstico diferencial das dermatopatias felinas.
Unitermos: felino, doenças parasitárias, dermatologia, demodiciose


DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Extrusão de disco intervertebral em mão-pelada (Procyon cancrivorus) – relato de caso

Autores: Marie Borges Tavares Cavalcanti; Ieverton Cleiton Correia da Silva; Lorena Adão Vescovi Séllos Costa; Marília de Albuquerque Bonelli; Thaiza Helena Tavares Fernandes; Daniel Barreto de Siqueira; Luciana C. Rameh-de-Albuquerque; Luciana C. Rameh-de-Albuquerque; Fabiano Séllos Costa

Resumo: O mão-pelada (Procyon cancrivorus) é um carnívoro silvestre amplamente distribuído no Brasil, porém há escassez de informações sobre a anatomia e as alterações clínicas dessa espécie. Relata-se o caso de uma fêmea de mão-pelada de cativeiro de doze anos, encaminhada para exame tomográfico da coluna vertebral, com histórico de paralisia aguda de membros pélvicos. Após a realização do exame, a análise das imagens demonstrou extrusão discal no espaço intervertebral entre T13 e L1, com sinais de compressão da medula. Optou-se pelo tratamento cirúrgico, entretanto, o manejo no período pós-operatório foi dificultado. Não houve melhora significativa dos déficits neurológicos, e posteriores complicações secundárias agravaram o quadro clínico geral, que evoluiu para óbito. Destaca-se que os relatos de extrusão de disco intervertebral em animais silvestres são raros, não havendo descrições em mãos-peladas.
Unitermos: neurologia, animais silvestres, TC, guaxinim, medula espinal


NEUROLOGIA: Síndrome de Wobbly em ouriços (Atelerix albiventris) – revisão de literatura e relato de caso

Autores: Silvia Regina Kleeb; Nathalia Cimadon

Resumo: Os ouriços-pigmeus-africanos (Atelerix albiventris) são comumente criados como animais de estimação, principalmente na América do Norte. Ultimamente, na América do Sul, na Europa e em algumas cidades asiáticas, a criação desses animais como mascotes vem crescendo, juntamente com a necessidade do entendimento médico-veterinário sobre certas doenças específicas que os acometem. Uma enfermidade muito comum nessa espécie é a chamada síndrome de Wobbly, uma doença neurológica degenerativa de causa desconhecida, cujo principal sintoma é o andar trêmulo e cambaleante do animal. O presente trabalho tem por objetivo realizar uma revisão de literatura acompanhada de um relato de caso de síndrome de Wobbly em um ouriço-pigmeu-africano, oferecendo ao médico veterinário informações a respeito dessa doença que vem se apresentando com mais frequência.

Unitermos: felino, doenças parasitárias, dermatologia, demodiciose


ONCOLOGIA: Osteossarcoma em gato jovem – relato de caso

Autores: Paulo Roberto Spiller; Lianna Ghisi Gomes; Marcelo Candido Portilho Gouveia; Erika Rondon Lopes; Samara Rosolem Lima; Camila do Espirito Santo Maciel; Gabriela Morais Madruga; Roberto Lopes de Souza

Resumo: Primary bone tumors are rare in cats; they affect mainly older animals and have a predilection for the appendicular skeleton. This paper reports the case of an eighteen-month-old male mongrel cat. The patient was active and in adequate nutritional status, but had a rapidly growing mass in the right pelvic limb, which caused lameness and pain at the site. Physical and radiographic examination suggested appendicular osteosarcoma, which was subsequently confirmed by histopathology. The patient underwent amputation by hip disarticulation. Due to the low metastatic rate in this species, chemotherapy protocols were not performed. Periodic post-surgical radiographic examinations showed no evidence of metastasis. Both the low incidence of this disease in this feline species and the patient’s young age justify the relevance of this report.

Unitermos: felino, amputação, tumor ósseo


ONCOLOGIA: Papiloma de plexo coróide em cão adulto – relato de caso

Autores: Gláucia de Oliveira Morato; Luciana Maria Curtio Soares; Tiago Barbalho Lima; Leonardo Martins Leal; Artur Gouveia Rocha; João Guilherme Padilha Filho

Resumo: O artigo descreve um caso de papiloma de plexo coróide (PPC) em cão da raça chow-chow, macho, com quatro anos de idade, o qual apresentou quadro crônico e progressivo de dificuldade de deambulação e dor cervical durante cerca de sete semanas. O paciente teve manifestações vestibulares e cerebelares progressivas. Exames pós-morte revelaram massa hemorrágica, assimétrica, não encapsulada em plexo coróide do quarto ventrículo, com extensão para ângulo cerebelo pontino-medular e segmentos cervicais craniais, caracterizada como PPC por avaliação histopatológica. O objetivo do presente relato é descrever a ocorrência de PPC, uma afecção raramente diagnosticada, bem como reafirmar a importância de incluir neoplasias intracranianas no diagnóstico diferencial de pacientes jovens com alterações neurológicas.
Unitermos: canino, neoplasia, líquido cerebroespinhal, radiologia, histopatologia


Artigos de opinião

Ensino
• O uso de animais em ensino e pesquisa
• O pensamento crítico em nossa vida

Medicina veterinária do coletivo
• Quem ama castra
• IBGE realiza a primeira pesquisa amostral da população de cães e gatos do Brasil
• O que podemos (ou não) aproveitar dos abrigos de animais nos EUA

Bem-estar animal
• FNDPA fornece laudos técnicos para diversos atos de crueldade contra animais
• A liberdade animal

Saúde pública
• O diagnóstico da LVC nos serviços públicos e privado

Pesquisa
• Análise genética ajuda a mapear populações de grandes carnívoros
• Composto natural é testado contra leishmaniose e doença de Chagas

Medicina veterinária legal
• Os crimes de maus-tratos aos animais no contexto da segurança pública

Gestão, marketing e estratégia
• Dá para reajustar os preços em tempos de crise?
• Gestão hospitalar veterinária, realidade ou utopia?
• O contrato como ferramenta para elevar a eficiência da clínica veterinária

Pet food
• WikiVet e Mars disponibilizam novos materiais sobre nutrição para a saúde de cães e gatos




Informação adicional

Peso 451 g
Dimensões 28 x 21 x 0.5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Clínica Veterinária n. 118”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor aguarde...

Inscreva-se na nossa Newsletter!

Você gostaria de manter-se atualizado com os eventos veterinários nacionais e internacionais mais importantes? Digite o seu endereço de e-mail e nome abaixo e receba updates que deveriam estar no calendário de qualquer veterinário!