Clínica Veterinária n. 136

R$ 40,00

ORTOPEDIA: Osteotomia de nivelamento do platô tibial na ruptura do ligamento cruzado cranial em cães – revisão
CLÍNICA: Avaliação da repelência de um medicamento à base de dinotefuran, permetrina e piriproxifen em cães expostos a infestações experimentais com flebotomíneos (Lutzomyia longipalpis)

Descrição

Artigos científicos presentes na Clínica Veterinária n. 136, setembro/outubro, ano XXIII:

ORTOPEDIA: Osteotomia de nivelamento do platô tibial na ruptura do ligamento cruzado cranial em cães – revisão

Autores: Eduardo Alberto Tudury, Rafael Alexandre Queiroz

Resumo: A ruptura do ligamento cruzado cranial é uma das afecções mais comuns que ocorrem no joelho dos cães. O tratamento ainda é bastante controverso na medicina veterinária, e muitos profissionais encontram obstáculos em relação ao diagnóstico e ao procedimento cirúrgico a ser adotado. No Brasil, é crescente a abordagem terapêutica por meio das osteotomias corretivas, sendo a osteotomia de nivelamento do platô tibial (TPLO) uma das técnicas indicadas atualmente. Este trabalho tem por objetivo realizar uma revisão dos principais tópicos relacionados à ruptura do ligamento cruzado e descrever os fundamentos técnicos do planejamento e da execução da TPLO, já que esses fatores estão diretamente relacionados ao sucesso ou insucesso desse procedimento, tendo em vista a importância das possíveis complicações pós-operatórias.

Unitermos: cirurgia ortopédica, tíbia, joelho, TPLO


CLÍNICA: Avaliação da repelência de um medicamento à base de dinotefuran, permetrina e piriproxifen em cães expostos a infestações experimentais com flebotomíneos (Lutzomyia longipalpis)

Autores: Bruna Cerruti de Godoi, Sandra Fernandez, Paula Bandiera Leite, Sidimar Sossai, Leonardo Pinto Brandão, Priscila Figueira Brabec, Evelise S. M. Fonseca, Claudio Nazaretian Rossi

Resumo:  A leishmaniose visceral é uma zoonose grave de alta incidência no Brasil devido à presença de flebotomíneos em áreas urbanas. A prevenção e o controle da leishmaniose canina são importantes e realizados por meio de produtos tópicos de ação antiparasitária, repelente e inseticida. O estudo avaliou a eficácia de repelência de um produto tópico de aplicação line-on, à base de permetrina, dinotefuran e piriproxifen. Seis cães foram tratados com o produto e seis não receberam tratamento. Todos foram sedados e expostos a flebotomíneos da espécie Lutzomyia longipalpis semanalmente, por 28 dias. Os resultados mostraram eficácia média de 90,4%. Houve diferença significativa na média de fêmeas ingurgitadas vivas entre os grupos (p ≤ 0,05) em todas as avaliações. O produto apresentou repelência contra Lutzomyia longipalpis durante 28 dias.

Unitermos: prevenção e controle, zoonose, repelente de insetos, leishmaniose


Artigos de opinião

Medicina veterinária do coletivo
• Abrigos de animais: como avaliá-los?
• Unidades Móveis de Esterilização e Educação em Saúde (UMEES) no Brasil – onde estão e qual o caminho a seguir?
• Eleições 2018: comprometimento em políticas públicas para os animais nas eleições de deputados, senadores, governadores e presidente

Bem-estar animal
• Sistema Estadual de Defesa dos Animais Domésticos
(Siedad)

Pet food
• Principais sensibilidades das raças braquicefálicas

Gestão, marketing & estratégia
• A tridimensionalidade das inteligências: uma chave para a nova era do empreendedorismo

Pesquisa
• Estudo indica por que jararacas ‘gigantes’ são encontradas em SP

Lançamentos
• BD lança soluções para diabetes animal
• Caldas e molhos para pets com medicamento manipulado
• UCBVet lança pipeta antiparasitária para animais
• Royal Canin® lança alimento pug junior no Brasil
• Ceva saúde animal lança novos sites e reformula dois portais
• Euroimmun Brasil apresenta suas soluções diagnósticas em veterinária

Incentivo à pesquisa
• Equilíbrio Veterinary realiza cerimônia de premiação do programa de incentivo à pesquisa

Informação adicional

Peso 301 g
Dimensões 28 × 21 × 0.5 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Clínica Veterinária n. 136”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *