Clínica Veterinária n. 131

R$ 40,00

ENDOCRINOLOGIA: Terapia medicamentosa e manejo nutricional de síndrome metabólica associada ao hiperadrenocorticismo em um cão – relato de caso
ENDOCRINOLOGIA: Avaliação das alterações metabólicas e da supressão dos hormônios tireoidianos associadas ao uso tópico de aceponato de hidrocortisona 0,0584% em cães com dermatite alérgica localizada
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: O exame radiográfico nas cardiopatias congênitas: fisiopatogenia e critérios diagnósticos
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Perfusão por tomografia computadorizada: apresentação da técnica e possíveis aplicações na medicina humana e veterinária

Descrição

Artigos científicos presentes na Clínica Veterinária n. 131, novembro/dezembro/2017, ano XXII:

ENDOCRINOLOGIA: Terapia medicamentosa e manejo nutricional de síndrome metabólica associada ao hiperadrenocorticismo em um cão – relato de caso

Autores: Viviani De Marco; Elidia Zotelli dos Santos

Resumo: Hiperadrenocorticismo (HAC) é um termo genérico que se refere às  anormalidades clínicas e bioquímicas resultantes de concentrações persistentemente elevadas de glicocorticoides na corrente sanguínea, que podem ocorrer de forma espontânea ou iatrogênica. O hipercortisolismo crônico pode promover obesidade abdominal, dislipidemia, hipertensão arterial sistêmica e resistência à insulina, anormalidades associadas à síndrome metabólica (SM). O presente trabalho tem como objetivo relatar a presença de SM em um cão com HAC espontâneo e a sua resolução terapêutica satisfatória a longo prazo. O animal apresentava, além dos sintomas clássicos do HAC, marcantes alterações, como hiperglicemia discreta, resistência insulínica, hiperlipidemia, hipertensão arterial e obesidade. Após cinco meses de tratamento, observaram-se completa resolução da SM e controle estável do HAC.
Unitermos: glicocorticoide, obesidade, nutrição, resistência insulínica


ENDOCRINOLOGIA: Avaliação das alterações metabólicas e da supressão dos hormônios tireoidianos associadas ao uso tópico de aceponato de hidrocortisona 0,0584% em cães com dermatite alérgica localizada

Autores: Viviani De Marco; Mariana Barbosa Nunes, Pamela Yuri Nagahachi, Kleber da Cunha Peixoto Junior

Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de alterações metabólicas e supressão dos hormônios tireoidianos após o tratamento tópico com aceponato de hidrocortisona 0,0584% em cães com dermatite alérgica localizada. A casuística foi composta de dez cães (quatro fêmeas e seis machos de idade média de 6,5 ± 4,4 anos). O aceponato de hidrocortisona foi utilizado uma vez ao dia durante sete dias e depois três vezes por semana durante três semanas, totalizando trinta dias de terapia. Foram realizados vários exames laboratoriais antes e após o tratamento (ALT, FA, triglicérides, colesterol, glicemia, frutosamina, insulina sérica, T4 livre por diálise de equilíbrio e TSH canino), cujos resultados não demonstraram diferença estatística. Conclui-se que o protocolo testado se mostrou seguro em nossa amostragem, e mesmo sendo utilizado em tempo superior ao recomendado pelo fabricante, não se observaram efeitos metabólicos adversos.
Unitermos: canino, glicocorticoide, hiperlipidemia, resistência insulínica, síndrome do doente eutireoidiano


DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: O exame radiográfico nas cardiopatias congênitas: fisiopatogenia e critérios diagnósticos

Autores: Stephany Buba Lucina; Marlos Gonçalves Sousa, Amália Turner Giannico, Tilde Rodrigues Froes

Resumo: Embora  a  ecocardiografia  seja  considerada  o  padrão-ouro  para  o  diagnóstico de cardiopatias congênitas em cães, o exame radiográfico de tórax ainda é rotineiramente empregado e potencialmente fornece importantes informações na avaliação do paciente. O objetivo desta revisão é relacionar os achados fisiopatológicos das principais doenças cardíacas congênitas em cães com alterações radiográficas do tórax. As informações dispostas nesta revisão mostram a importância de conhecer tanto as limitações da técnica radiográfica de tórax quanto os aspectos fisiopatológicos dessas más-formações cardíacas para uma interpretação radiográfica mais precisa por parte do radiologista.
Unitermos: Canis familiaris, cardiologia, más-formações, radiologia


DIAGNÓSTICO POR IMAGEM: Perfusão por tomografia computadorizada: apresentação da técnica e possíveis aplicações na medicina humana e veterinária

Autores: Igor de Almeida Santos; Ana Carolina B. de C. F. Pinto

Resumo: A perfusão por tomografia computadorizada (PTC) é uma técnica de  diagnóstico por imagem que agrega a avaliação funcional dos tecidos à análise morfológica do exame tomográfico convencional, permitindo assim estudar o  comportamento dos tecidos normais e doentes. O exame fornece valores numéricos e imagens tomográficas pseudocoloridas que permitem a realização de uma análise tanto quantitativa quanto qualitativa da perfusão tecidual. Considerada um método rápido e sensível na avaliação de acidente vascular cerebral em medicina humana, ainda  abarca  grande  espectro  de  aplicações  clínicas  na  oncologia,  como  a diferenciação de lesões inflamatórias e tumorais, a caracterização de lesões malignas  ocultas  e  a  avaliação  da  resposta  tumoral  à  terapia.  O  objetivo  da presente revisão é descrever a técnica de PTC e suas principais indicações, vantagens e desvantagens.
Unitermos: diagnóstico por imagem, radiologia, avaliação funcional, oncologia


Artigos de opinião

Saúde única
• Quando os seus olhos têm um focinho

Medicina veterinária do coletivo
• Serviços veterinários voluntários e gratuitos
• Vivência em medicina veterinária do coletivo

Medicina veterinária legal
• Suicídio, vamos falar sobre isso, doutor?

Gestão, marketing & estratégia
• Sucesso profissional e inteligência emocional

Pet food
• A importância da alimentação úmida no manejo nutricional de felinos




Informação adicional

Peso 295 g
Dimensões 28 x 21 x 0.5 cm