Cães com hiperadrenocorticismo: alterações dermatológicas

Entre as principais alterações clínicas decorrentes do hipercortisolismo crônico, resultante do hiperadrenocorticismo ou síndrome de Cushing, estão as alterações tegumentares. O presente trabalho teve como objetivo identificar as alterações dermatológicas mais frequentes em 22 cães (dezesseis fêmeas e seis machos com idade média de 10 Leia mais… »

Dermatologia no CBA2016

Casos clínicos selecionados, dermatite atópica, dermatoses em felinos, otites agudas e crônicas fazem parte dos temas de dermatologia veterinária que serão apresentados no CBA2016.  Os palestrantes confirmados são Carlos Eduardo Larsson, Ronaldo Lucas, Alessandra Vieira e Luciano Marra. Destaca-se a presença dos autores do Tratado Leia mais… »

Imunossupressores e a celulite juvenil canina

A celulite juvenil (CJ) é uma dermatopatia rara em cães filhotes. Seu reconhecimento é importante, pois raramente há resolução espontânea, e os animais não tratados podem morrer. Acredita-se ser um distúrbio imunomediado, caracterizado por início súbito de lesões dermatológicas em face, otite e linfoadenomegalia submandibular. Leia mais… »